Home arrow São Paulo arrow Praias de São Paulo arrow Praias de Ilhabela

Praias de Ilhabela

IUma das mais belas ilhas do país, e também das mais requintadas.

CodeComo chegar: o município de Ilhabela fica distante 210 km de São Paulo e 350 km do Rio de Janeiro. Para chegar até ela, segue-se, a partir de São Paulo (capital), pela rodovia Ayrton Senna, Carvalho Pinto ou Tamoios. Para quem gosta de ir curtindo o visual das praias, vale seguir pela rodovia Rio-Santos ou Mogi-Bertioga.

 

O acesso à ilha é feito através de balsa, com saída de São Sebastião, sendo permitida a entrada de veículos automotores em seu interior.

Dados gerais:
Cerca de 85% do território total do município de Ilhabela pertence ao Parque Estadual de Ilhabela.
Único município-arquipélago marítimo do Brasil, possui cerca de 140 km de costa, com mais de 45 magníficas praias, cachoeiras, trilhas e riachos.

A partir do dia 19/03/08, Ilhabela passará a recolher taxa de proteção ambiental e controle de veículos. Serão cobrados na entrada da ilha, R$2,00 para carros e motos, R$3,00 para caminhonetes, R$100,00 para vans, R$200,00 para microônibus e R$300,00 para caminhões. Fonte: Prefeitura Municipal de Ilhabela (http://www.ilhabela.sp.gov.br)

Temperaturas médias:
As temperaturas variam de 13°C a 28°C durante o ano.
Mês mais quente: Média de 25°C em março.
Mês mais frio: Média de 17°C em julho.
Fonte: The Weather Channel

Praias de Ilhabela

Praia da Armação
Como chegar:
Acesso por uma pequena trilha, ao lado do Farol da Ponta das Canas.
O que fazer:
Praia bastante freqüentada por velejadores, iatistas e praticantes de kitesurf.

Praia do Barreiros
Como chegar:
O que fazer:
Possui vestígios do que foram trilhas ferroviárias utilizadas na década de 60 para o transporte de gelo e peixes. Uma das mais extensas praias em frente ao continente, com cerca de 600 m de extensão. Bastante utilizada para esportes náuticos.

Praia do Bonete
Como chegar:
Chega-se por embarcação ou uma trilha de 4 horas de duração, em média.
O que fazer:
Certamente uma das praias mais belas do mundo. A comunidade que nessa praia vive, isolada do resto da ilha, não usufrui de luz elétrica, utilizando um gerador próprio. Própria para a prática do surfe, ainda exibe rio, cachoeira e muito verde.

Praia de Castelhanos
Como chegar:
O que fazer:
Antigamente utilizada como refúgio de piratas, seus 2 km de extensão apresentam mar agitado com enorme faixa de areias claras. Conta ainda com dois riachos de águas cristalinas, além de uma grande cachoeira, o que transforma esse refúgio num cenário magnífico.

Praia da Caveira
Como chegar:
Fica no lado Leste da ilha, com acesso por embarcação ou trilha iniciando da praia da Serrana.
O que fazer:
Praia deserta, ideal para mergulho e pesca, possui cerca de 50 m de extensão. Suas águas transparentes foram cenário do naufrágio de um transatlântico espanhol, em 1916, o "Príncipe das Astúrias".

Praia do Curral
Como chegar:
O que fazer:
Praia mais freqüentada da ilha, possui muitos bares e restaurantes de gastronomia internacional. Ainda exibe uma capelinha no topo da Pedra do Curral.

Praia do Engenho D’água
Como chegar:
O que fazer:
Possui uma das melhores vistas da ilha, essa praia é tranqüila e convida à caminhada. Muito utilizada para a prática de esportes náuticos, como a canoagem, entre outros.

Praia do Eustáquio
Como chegar:
Por trilhas a partir de Castelhanos ou de barco.
O que fazer:
Suas águas transparentes favorecem a prática do mergulho.

Praia da Feiticeira
Como chegar:
O que fazer:
Logo na chegada, há um pequeno riacho. Muitos coqueiros e chapéus de sol contribuem para o lindo visual desta praia. Pratica-se, entre outros esportes, o kitesurf.

Praia da Figueira
Como chegar:
Cortada por dois riachos, o acesso é feito por trilha ou de barco.
O que fazer:
Seus 150 m de extensão convidam à prática de esportes náuticos e mergulho. Antigamente era ponto de tráfico de escravos.

Praia do Sino
Como chegar:
O que fazer:
Possui a Pedra do Sino, uma das maiores atrações de Ilhabela, cercada de lendas. Acessível por uma passarela, algumas pedras podem ser tocadas, emitindo sons de sino. Ao longo das águas calmas e de mar raso, vêem-se grandes palmeiras e coqueiros.

Praia do Gato
Como chegar:
Acesso por trilha de 2 km a partir da Praia de Castelhanos.
O que fazer:
Esta praia é pequena, com apenas 30 m de extensão na maré baixa, e é uma das mais exóticas da ilha. Praia de tombo, com mar agitado, imprópria para banho, devido às muitas pedras. Mergulho e pesca são bastantes praticados por ali.

Praia Grande
Como chegar:
O que fazer:
Essa praia oferece muitas opções de diversão, por possuir uma boa infra-estrutura, com camping, quadras de esportes, pousada, bares e lanchonetes. Oferece ainda passeios de banana-boat, disco ski, além de caminhada na areia ou banho de mar.

Praia da Guanxuma
Como chegar:
Existem trilhas a partir das praias do Eustáquio e Caveira, além da opção de chegar através de embarcação.
O que fazer:
Apesar de contar até com uma escola de ensino fundamental para a comunidade, é a menor praia da ilha, com apenas 15 m de extensão. Boa para a prática de mergulho, pesca e banho de mar.

Praia de Indaiaúba
Como chegar:
Fica escondida em meio à mata.
O que fazer:
O mar azul, de uma transparência incomum, forma um cenário paradisíaco. Boa para a pesca de linha em vários pontos. Na região da Ponta da Sepituba e do Boi já ocorreram vários naufrágios.

Praia do Itaguassu
Como chegar:
O que fazer:
Ao longo de sua orla estão diversos restaurantes e bares, que convidam para neles assistir a um belo pôr-do-sol. Além disso, a praia é propícia para banho de mar, caminhadas, exercícios físicos, ou apenas à contemplação de sua paisagem.

Praia do Itaquanduda
Como chegar:
O que fazer:
Com apenas 100 m de extensão, esta praia abriga uma marina, Porto Ilhabela. Boa para a prática de vela e canoagem, além de possuir uma ciclovia.

Praia do Jabaquara
Como chegar:
Situada depois da última curva da estrada principal de Ilhabela.
O que fazer:
Logo na chegada, é possível vislumbrar uma das mais lindas vistas da ilha. A praia, bastante preservada, é cortada por dois riachos, um de cada lado. Excelente para banho de mar, com águas limpas e claras. Muito utilizada para pesca, tanto submarina quanto artesanal.

Praia do Julião
Como chegar:
Acesso por uma pequena trilha.
O que fazer:
Praia ideal para levar crianças, com 250 m de extensão. Perfeita para um mergulho amador, com grande biodiversidade marinha quase na superfície.

Praia Mansa
Como chegar:
O que fazer:
Própria para prática de pesca submarina, com águas calmas, como o próprio nome sugere. São 25 m de extensão.

Praia Mercedes
Como chegar:
Acesso pela avenida principal, à 2,5 km ao Norte da Vila, e à 8,5 km da balsa.
O que fazer:
Praia tranqüila, pequena de águas calmas, esconde-se atrás de um grande hotel. Excelente para banho de mar, esqui, mergulho e iatismo.

Praia do Oscar
Como chegar:
O que fazer:
O mar chega a formar uma piscina natural, à esquerda da praia. Praia pequena, com apenas 30 m de extensão, mas nem por isso a menos bela. Possui uma grande pedra ocupando boa parte da areia da praia.

Praia da Pacuíba
Como chegar:
Acesso por trilha.
O que fazer:
Praia tranqüila, com 50 m de extensão e águas claras. As areias desaparecem na maré cheia. A ponta é perfeita para o mergulho, podendo ser vistos, entre outros animais marinhos, a garopa, o vermelho e o badejo.

Praia das Pedras Miúdas (Ilha das Cabras)
Como chegar:
O que fazer:
Nela são encontradas diversas espécies de animais marinhos, como estrelas-do-mar, e talvez até cavalos marinhos. Suas águas são claras e com pedras no fundo. O Santuário Ecológico Submarino protege por lei esta região da caça e pesca submarina. Infra-estrutura com bares e restaurantes.

Praia Perequê
Como chegar:
O que fazer:
É nessa praia que ocorrem inúmeros eventos na alta temporada. Uma das maiores praias da ilha, seu mar é azul e suas areias são claras, além de ter coqueiros em toda sua extensão. Com boa infra-estrutura, seus quiosques, bares, restaurantes e hotéis costumam recebem sempre muitos turistas.

Praia do Pinto
Como chegar:
Acesso por carro até um condomínio particular, fica distante 6 km ao Norte da Praia da Vila. Em seguida, percorre-se 100 m à pé até chegar à praia.
O que fazer:
A praia é propícia para a prática de esportes náuticos, e em alguns pontos, à natação. Muita gente bonita costuma freqüentar essa praia, rodeada de coqueiros, flamboyants e chapéus-de-sol. Com algumas barracas oferecendo aperitivos.

Praia do Poço
Como chegar:
Por trilha, após a Praia do Jabaquara.
O que fazer:
Praia desabitada e selvagem, com apenas 50 m de extensão, abriga um sítio arqueológico, que atrai muitos visitantes. Apresenta ainda um poço natural, que dá o nome à praia, e onde é possível mergulhar.

Praia Ponta do Pequeá
Como chegar:
O que fazer:
Boa para a prática de diversas atividade náuticas, como o mergulho, a natação e a canoagem. Também é bastante utilizada para a pesca noturna.

Praia do Portinho
Como chegar:
O que fazer:
Com casas simples de pescadores, canoas de madeira, a antiga capela de Santo Antônio, a pracinha e os quiosques, essa praia é aconchegante e bastante freqüentada. Avista-se ainda a costa da praia da Feiticeira de um lado e uma costeira de pedras de outro.

Praia do Saco da Capela
Como chegar:
Acesso de barco, entrando através do píer.
O que fazer:
Possui veleiros e lanchas atracados, em frente a um iate-clube. Suas águas são tranqüilas, e a praia conta com uma boa infra-estrutura à beira-mar.

Praia do Saco do Sombrio
Como chegar:
Situada no canto Oeste da Baía dos Castelhanos, com acesso por trilhas em meio à mata.
O que fazer:
Local perfeito para mergulho e pesca, abriga lendas sobre tesouros escondidos por piratas. Suas águas são calmas e protegidas do vento, embora não seja praia de enseada nem arenosa. Morros cobertos de mata nativa circundam esta praia.

Praia de Santa Tereza
Como chegar:
O que fazer:
Nessa praia fica o mercado e o píer dos pescadores, podendo ser adquiridos peixes frescos todos os dias. Na parte direita da praia, depois das pedras, um recanto tranqüilo, quase sempre vazio.

Praia da Serraria
Como chegar:
Partindo da Praia do Jabaquara, há uma trilha de difícil acesso. Ainda pode-se chegar de embarcação, pelo mar.
O que fazer:
À sua frente fica a Ilha da Serraria, ótima para pesca esportiva e mergulho. São 100 m de extensão visitados principalmente por mergulhadores.

Praia da Siriúba
Como chegar:
O que fazer:
Em dias de ventos a praia é tomada pelos praticantes do kitesurf, transformando a paisagem da praia. Em geral é pouco freqüentada, com mar calmo e uma igrejinha escondida em meio às pedras. Assistir ao pôr-do-sol dessa praia é uma ótima pedida.

Praia do Veloso
Como chegar:
Essa praia é a última praia com acesso pela estrada, ao sul da ilha.
O que fazer:
Com apenas 15 m de extensão, suas areias são escuras, e o mar, cristalino. Muito procurada para mergulho, com alguns navios encalhados há alguns séculos.

Praia Vermelha
Como chegar:
O acesso é feito por trilha de cerca de 5 km a partir dos Castelhanos.
O que fazer:
Local tranqüilo, reduto de pescadores, bom para ficar sossegado... Suas águas límpidas também são ótimas para mergulho, banho de mar e pesca.

Praia Viana
Como chegar:
Fácil acesso.
O que fazer:
Seus 100 m de extensão são margeados por árvores e coqueiros. Ideal para o mergulho livre, podendo ser encontrados muitos peixes.

Praia da Vila
Como chegar:
Centro histórico de Ilhabela.
O que fazer:
Com píer para pescaria, essa praia oferece apresentações artísticas durante todo o ano. Maior movimento de turistas em dias de maré baixa, quando as pedras aparecem junto aos coqueiros, formando uma linda paisagem.

 

Fotos de Ilhabela:

fotos ilhabela sp ilhabela sao paulo ilha bela fotos de ilhabela








ilha bela ilhabela fotos praias ilhas de sao paulo fotos de ilhabela sp 











ilhabela ilhabela sao paulo ilha bela foto 







 

ilhabela ilha bela sp

ilhabela  

 

 

  

 


 
Fotos: Carol Borba / Irvin Webster
 

Onde ficar em Ilhabela (http://www.hoteis.com.br/estados/sp/ilhabela.html)

Para saber mais sobre Ilhabela (http://www.cidades.com.br/cidade/ilhabela/005381.html)

<Anterior   Próximo>